No passado, os anunciantes tinham que se contentar com opções de segmentação incrivelmente amplas para seus anúncios.

Em vez disso, Larry usou a poderosa funcionalidade de
segmentação geográfica do Twitter para restringir a exibição do
tweet a usuários-alvo que viviam ou trabalhavam nas proximidades
do evento – neste caso, sul da Flórida. Hoje, no entanto, as
possibilidades de direcionamento de publicidade são virtualmente
ilimitadas – a ponto de ser um pouco assustador. No entanto, para os
anunciantes, essa granularidade é incrivelmente poderosa, e ainda mais se
você colocar em camadas suas opções de segmentação.
A maioria das empresas fica suficientemente impressionada com a
capacidade de atingir clientes em potencial de uma determinada faixa
etária, renda familiar e nível de escolaridade. No entanto, ao combinar
essas opções de segmentação já poderosas com dados adicionais –
digamos, ao incorporar o comportamento de compra aos dados
demográficos – você pode aproveitar essas combinações para criar
campanhas oportunas e relevantes. Por exemplo, você pode não ter como
alvo apenas usuários do Facebook com idades entre 30 e 40 anos com
mestrado e crianças na pré-escola, mas também aqueles que dirigem
minivans e gostam de tocar bateria. Mkt Redes Sociais enquete instagram